Cinemark: novamente o desrespeito ao consumidor

imagem de Maza
Enviado por Maza em dom, 01/22/2012 - 15:34

Tags 

Cinemark, Cinema

Todos devem saber as restrições que temos junto à rede de Cinemas Cinemark. Para não perder muito tempo, leia (ou releia) nossa carta aberta para a rede.

Dito isso, eu e a amiga Luciana estávamos preparados para assistir a As Aventuras de Tintim no domingo (22/01/2012) no horário das 11 da manhã, no Cinemark do Bourbon Ipiranga de Porto Alegre. Por mais que critiquemos a rede uma coisa eles tem de muito bom, os horários variados. Enquanto a maioria dos cinemas começa com sua programação por volta de 13 horas, 13h30 minutos, é possível encontrar filmes para assistir no Cinemark a partir de 10h30, 11 horas. Ao menos na teoria.

Por volta de 10h35, 10h40 estávamos próximos à bilheteria. Mas já conhecendo a rede, sabíamos que a mesma abriria em cima da hora, com possibilidade de entrarmos na sala com os trailers já sendo exibidos, mesmo sem ninguém ter entrado.

Às 10h50 vamos para a frente da bilheteria.

- 10h55: e nada de abrir.

- 11 horas: nada de abrir, nem funcionários, nada. Nisso encontramos um argentino, Alejandro, que está morando em Taquara, tendo vindo do interior nesse dia somente para ir ao cinema e no caso, também assistir a Tintim. No horário das 10h40 ele encontrou um funcionário por trás da lona branca que separa o espaço da bilheteria para a entrada da bomboniere e salas e perguntou que horas iriam abrir a bilheteria. A resposta: dentro de 30, 40 minutos. Sendo 10h40, mais 30, 40 minutos e um filme tendo seu começo marcado para 11 horas. Pela matemática moderna, algo estava errado.

Nisso conversamos com um guarda que também estava procurando uma gerente, visto que ele também achou estranho já termos passado das 11 horas e nada de ninguém na bilheteria. O próprio guarda disse: se o filme começa 11 da manhã, ao menos 10 minutos antes a bilheteria já deveria estar aberta. Ele ainda nos disse que provavelmente estavam com falta de funcionários.

- 11h07: chegam os primeiros funcionários. Olham para a fila e ficam se perguntando entre eles, parecem estranhar tudo aquilo, toda a movimentação. Acho que a Luciana comentou que estava esperando para o filme das 11 da manhã, não sei ao certo. Apenas ouvi claramente duas funcionárias passarem ao fundo dizendo: então teremos que cancelar a primeira sessão.

- 11h12: uma funcionária aparece perguntando qual o filme que queremos ver, para nós e vários da fila. Informamos que seria As Aventuras de Tintim 3D legendado, sessão das 11 da manhã. Ela responde que no sistema não tem nada e respondemos: bom, no jornal foi divulgado, no site também, e ontem passamos aqui para ver 2 Coelhos e nos foram confirmados os horários de domingo, etc. Estranhamente os panfletos com a programação da rede, que sempre ficam expostos nos corredores e na frente da bilheteria desapareceram, nenhum panfleto estava disponível e sim, o panfleto indicava a tal sessão das 11 da manhã.

- 11h17: começamos a ser atendidos. Ninguém sabia ao certo se o filme seria exibido. Compramos os ingressos e nos dirigimos para a sala.

- 11h18: a mesma funcionária que nos vendeu os ingressos disse que haviam sido informadas que a primeira sessão seria somente ao meio dia. E ainda, nos confirmou que nossa sessão obviamente atrasaria, visto que a pessoa responsável pela projeção ainda não havia chegado.

- 11h20: passamos nossos bilhetes, no que a funcionária nos pergunta: podemos exibir o filme agora, sem trailers nem nada? Apenas avisamos que mais pessoas ainda estavam na bilheteria (só uma pessoa atendendo para pelo menos 10 pessoas querendo comprar ingressos), caso contrário, com certeza iriam começar a projeção mesmo com as pessoas na fila tentando obter seu ingresso.

- 11h21: o pôster ao lado da sala indica que o filme é dublado. A Luciana questiona e os funcionários tentam confirmar e ok, será legendado, mesmo que o anúncio na porta esteja equivocado.

- 11h28: com quase 30 minutos de atraso, começa a sessão.

- 11h50: 50 minutos depois do início previsto da sessão e/ou mais de 20 minutos de projeção, um senhor entra na sala para assistir ao filme. Apenas relatando algo para cada um tirar suas conclusões, a mim não surpreende, pois a rede não delimita um horário para a venda de ingressos para as sessões, deixando claro que o respeito com a plateia que está dentro da sala, prestando atenção ao filme, isso é o de menos.

- 13h15: o filme acaba. A projeção termina. As luzes laterais permanecem apagadas. Nenhum funcionário na saída para orientação, recolhimento de óculos 3D, nada.

 

Novamente fica nítido que o Cinemark não sabe gerenciar o negócio de ouro que tem em mãos. Sessões de cinema de manhã cedo são raridades a serem expandidas e não tratadas com desleixo, indiferença e desorganização. A nítida impressão que fica é a de que se fosse só uma pessoa querendo ver aquele filme, se não fossem mais pessoas (e digo, várias pessoas na fila desistiram do filme por não saberem se entrariam na sala com a película em andamento, etc... Felizmente devem ter optado pelo ótimo brasileiro 2 Coelhos, no horário das 11h20, e que provavelmente também sofreria atraso), teriam dito que o filme não seria exibido, talvez entregue um ingresso de cinema cortesia como um “não oficial” pedido de desculpas (como foi meu caso em Palavra Cantada 3D, que depois de 15 minutos na sala confirmaram que não teria a sessão, dando a sensação mais do que evidente de que por ser um dia de chuva, sem divulgação alguma do filme, sessão de manhã cedo e sem crianças que eram o público-alvo majoritário, o filme não precisaria ser exibido) e ficaria por isso mesmo. É realmente de se lamentar que uma rede de cinemas que vive falhando no tratamento com o consumidor tenha uma chance rara de se mostrar superior a outras redes (no quesito horário variado das sessões) e desperdice isso de forma tão atabalhoada, sem planejamento e organização. E claro, sem respeito ao consumidor.

OBS: Se a rede Cinemark ler essa mensagem e tiver interesse na devolução dos óculos 3D, fico a inteira disposição para combinar uma data para reaverem o produto em minha residência ou endereço comercial (em perfeito estado de conservação, da mesma forma que me foi entregue) visto que repito, não havia ninguém na saída da sala para orientação e recebimento do utensílio, e para devolver na bilheteria havia uma imensa fila. E eu não estava nem um pouco disposto a perder meu tempo com algo que seria de obrigação mínima da rede quando do término de um filme. 

Comentários

Comentar

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.
CAPTCHA
Esse desafio é para nos certificar que você é um visitante humano e serve para evitar que envios sejam realizados por scripts automatizados de SPAM.
CAPTCHA de imagem
Digite o texto exibido na imagem.