Headhunters

Críticas

Ghuyer - 29/08/2012
4


Ex-corretor de ações, analista de contas e jornalista, e músico amador por gosto (era vocalista da desconhecida banda Di Derre), o norueguês careca com cara de psicopata Jo Nesbø, após se dedicar integralmente ao ofício da escrita criativa, optando por histórias policiais e contando com alguma considerável dose de criatividade, em pouco tempo viria a se tornar um dos autores do gênero mais lidos e respeitados do país.
leia o texto completo