Wes Craven

imagem de Giordano

SCREAM-A-THON - Por que "Pânico" é o slasher definitivo?

Enviado por Giordano em dom, 05/01/2011 - 04:11
Por que "Pânico" é o slasher definitivo?
Considerações:
Após uma maratona de filmes da série “Pânico”, da qual sou muito fã desde a infância (culpem meus tios fãs de terror), sinto-me preparado para uma análise dos elementos que tornam essa série a obra prima dos Slasher Movies (vulgo filmes-de-assassino-matando-jovens-estúpidos).
 
Desculpem o tamanho, é um texto longo, feito de fã para fã, mas também para detratores e interessados que tiverem paciência para ler.
imagem de Ghuyer

Pânico 4

Enviado por Ghuyer em sab, 04/16/2011 - 12:41

Os anos 90 só não foram uma tragédia para o gênero do terror porque um cara esperto chamado Wes Craven, tendo em mãos um roteiro excelente de outro cara esperto chamado Kevin Williamson, resolveu fazer um filme de terror fora do comum. Ao invés de simplesmente fazer outro filme de terror, Craven usou roteiro de Williamson e quebrou todas as convenções do gênero, em um misto de homenagem e sátira.

imagem de Ghuyer

Pânico 3

Enviado por Ghuyer em sex, 04/15/2011 - 00:18

Tudo que funcionava nos outros filmes está de volta, com uma diferença. O roteirista não é mais o mesmo. Kevin Williamson foi embora, e Ehren Kruger veio. Não que isso seja um problema. Kruger não era muito conhecido na época, apesar de receber elogios pelo roteiro de O Suspeito da Rua Arlington (Arlington Road, EUA, 1997) (que não vi), e ele faz um bom trabalho em Pânico 3 (Scream, EUA, 2000), pois se comprometeu a continuar com o que a série tinha como grande diferencial: a metalinguagem.

imagem de Ghuyer

Pânico 2

Enviado por Ghuyer em sex, 04/15/2011 - 00:05

Deixando bastante de lado o humor que acompanhava boa parte do longa anterior, Pânico 2 (Scream, EUA, 1997) surge incrivelmente eficaz mesmo indo contra aquilo que mais chamava atenção no primeiro filme. A regra diz que o original é sempre melhor. Às vezes essa regra é quebrada. Eis um exemplo. Wes Craven e Kevin Williamson se juntam de novo, e de novo fazem mágica. Mas, se Pânico era seu ‘Abracadabra’, Pânico 2 é o ‘Alakazan’!

imagem de Ghuyer

Pânico

Enviado por Ghuyer em qui, 04/14/2011 - 23:23

Depois de realizar A Hora do Pesadelo 7: O Novo Pesadelo (New Nightmare, 1994), e, acredito eu, empolgado por ter mais uma vez metido medo a quem ia ao cinema, o diretor Wes Craven se deixou envolver na realização de outro filme de terror logo em seguida: um roteiro de um então estreante Kevin Williamson. A história criava a oportunidade perfeita não só para Craven se reerguer, como para o próprio gênero Terror, tão em baixa nos anos 90, voltar com tudo.

Subscribe to RSS - Wes Craven