SBT, o Exército, e um pouco de raciocínio e ética

imagem de Ghuyer
Enviado por Ghuyer em ter, 04/12/2011 - 11:37

Tags 

Guerra, Polêmica, TV

Depois que o SBT teve peito para fazer uma novela denunciando a barbárie que foi a ditadura militar brasileira, nossas "Forças Armadas" decidiram circular um abaixo-assinado exigindo o cancelamento da novela. Nada mais ridículo, patético, triste. Eles fizeram no passado algo que hoje seria de uma ilegalidade brutal. Mas, ei, leis não têm a menor relevância para o caso. Na época, a tortura desenfreada de qualquer suspeito de ser comunista/socialista era não só permitida (AI-5), como influenciada (como comprovam os diversos grupos para-militares atuantes na época). Assim, a questão é que não interessa se hoje isso seria proibido - já que felizmente não vivemos mais em uma ditadura. O fato é que um golpe militar (ou revolução rebelde) é sempre fora da lei. Porém, depois de o poder ser tomado, qualquer coisa pode vir a se encontrar dentro do escopo da Lei - basta criar uma lei nova, e/ou revogar uma antiga. Portanto, a constatação de algo ser legal ou ilegal é totalmente inútil.

Isso é algo que muita gente não consegue entender. A diferença entre Lei e Moral. A diferença entre os termos poderdever e direito. Por exemplo, você não deve evitar cometer um assassinato porque isso te levará para a prisão. Veja, você pode matar alguém, desde que tenha os dotes físicos e/ou intelectuais para tal. Você pode porque o ato está dentro das suas capacidades. Agora, você não tem esse direito. Ninguém tem o direito sobre a vida de ninguém. Logo, você tem o dever de não matar a pessoa. Se existe uma lei para isso ou não, é irrelevante. É a sua consciência que precisa pesar as coisas e perceber o certo a fazer.

Logo, a ditadura militar, independente de ter sido legal ou ilegal, foi completamente anti-ética. Essa é a questão. Uma reação extremada, dispensável - e seria patética se não fosse tão triste - ao medo que se tinha do comunismo (tratado como uma entidade maligna). A única entidade maligna ali eram os próprios militares ditando barbaridades para todos os lados. E agora eles terem a cara-de-pau de fazerem uso de uma lei democrática para censurar uma obra de ficção que os retrata como os monstros que realmente foram... Resta a dúvida do que é pior: 1) eles de fato ainda acreditam que o que fizeram foi bom e glorioso, e portanto algo que contradiga isso deve ser apagado; ou 2) eles sabem que fizeram uma quantidade inúmera de absurdos e querem deixar isso longe do conhecimento do público. De qualquer forma, as duas opções são tristes. Uma é assustadora em sua honestidade e pensamento obtuso, e a outra é de uma hipocrisia marcante.

No fim, esse tipo de afirmação continuará a ocorrer enquanto houverem postos militares. Prefiro pensar que um dia isso vai acabar. Sou totalmente a favor do desarmamento e da desintegração das "Forças Armadas", tão presunçosas quanto seu título. E se eles podem fazer esse abaixo-assinado, temos todo o direito (e o dever) de contestá-lo. E podemos.

Lembrem-se que "exército" sempre vem acompanhado de "guerra". Não existe um sem o outro. Sábio era Tolstói quando dizia que os "governos precisam de exércitos para protegê-los de seus oprimidos e escravizados súditos" e que "enquanto houver matadouros, haverá campos de guerra". E ainda dentro do contexto: "É mais fácil fazer leis do que governar".

Ademais, o site http://www.militar.com.br é muito feio. E tudo propagado ali é brega até não poder mais.

Comentários

imagem de Rogério Ferraresi

Enviado por Rogério Ferraresi (não verificado) em qua, 04/20/2011 - 23:16

A novela é ruim por ser caricata. As ditaduras comunista foram muito mais sanguinárias que o governo militar que tivemos, o qual obviamente não primava pelo respeito aos direitos humanos. Se é ditadura, sou contra. E o comunismo só existe em conjunto com ditaduras. Será que a novela falará sobre isso tb? Ou só mostrará um lado da moeda?

Comentar

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.
CAPTCHA
Esse desafio é para nos certificar que você é um visitante humano e serve para evitar que envios sejam realizados por scripts automatizados de SPAM.
3 + 10 =
Resolva este problema matemático simples e digite o resultado. Por exemplo para 1+3, digite 4.